Venho dar-vos a conhecer o projecto PROVE! Este projecto reúne os 3 Bs que tanto gosto de juntar, bom, bonito e barato!
Passo a explicar o projecto vem no âmbito de uma iniciativa comunitária e tem como objectivo fomentar as relações de proximidade entre os pequenos agricultores e os consumidores, sem passar pelo "continente", "pingo e doce" e outros demais. E quem fica a ganhar quem é?! Nós! Que comemos produtos com mais qualidade a preços acessíveis! Apesar de não serem produtores certificados de agricultura biológica, usam técnicas amigas do ambiente respeitando as boas práticas agrícolas!
O que estes agricultores locais fazem é prepararem o nosso cabaz e nós só temos que o ir buscar!
Esta 6ªf, fui buscar o meu 1ª cabaz por 10€! E eis o que trouxe para casa!
1 alface XXL; 1 saco com ervilhas; 1 saco de feijão verde; 9 tomates; 7 pêras verdes (a qualidade é verde mas já está madura e são uma delicia); 1 saco com ameixas; 2 alhos franceses; 2 cabeças de alho seco; 8 batatas; 6 cenouras; 1 saco com rúcula; 1 molho de agriões; 2 pepinos; 1 pé de coentros; 1 ramo de hortelã!
E o cheiro?! Uma maravilha!
Quando fui buscar o meu cabaz ia um pouco apreensiva, mas encontrei uma senhora 5 estrelas! Era uma das agricultoras e disse-me "menina vai adorar as minhas cenouras, estas não têm bombas e demoram meses a crescer, não são feitas à pressão", achei-lhe piada porque não faço a mínima ideia de quanto tempo demora uma cenoura a crescer!
Resumindo, no site da PROVE podem escolher o vosso cabaz, aqui no meu concelho existem 2 opções: pequeno 7€, grande 10€ (atenção preços e tamanhos variam de concelho para concelho) escolherem 5 produtos que não gostam e como tal não os querem no cabaz, se querem ir buscar semanalmente ou quinzenalmente, o pagamento é feito no acto da entrega, podem suspender ou alterar o vosso esquema de encomendas sempre que quiserem basta informar com antecedência (mas não no dia)! O que compõe o cabaz é variado dentro das vossas escolhas e dos produtos sazonais! Daqui a 15 dias vou buscar o meu próximo cabaz e já estou ansiosa para saber o que lá vem!
No site podem encontrar os pontos de entrega tendo em conta o vosso distrito e concelho!

PROVEm também!


PROVE

by on 16:15
Venho dar-vos a conhecer o projecto PROVE! Este projecto reúne os 3 Bs que tanto gosto de juntar, bom, bonito e barato! Passo a explicar ...


Foi no Blog Bocadinhos de Açúcar que retirei esta receita, é um cantinho tão giro e saboroso que vale mesmo a pena espreitar. Este creme pode ser colocado em taças individuais, eu achei que ficava muito bem como tarte e fez um sucesso.

Ingredientes:
  • 5 gemas 
  • 100 g de açúcar 
  • 200 ml de leite
  • 200 ml de natas 
  • Aroma de baunilha q.b.
  • Açúcar para polvilhar 

Preparação:
Colocar no copo o açúcar e os ovos e bater na vel.3, sem parar a bimby ir adicionando o leite e e o aroma e por fim as natas. Colocar a massa folhada sobre a tarteira e depois colocar o preparado, ir ao forno pré aquecido a 150ºC durante 40 minutos. No fim é deixar arrefecer, polvilhar como açúcar e com a ajuda de um maçarico queimar até formar aquela placa de caramelo tão deliciosa. 

   "Enquanto houver estrada pra andar, a gente vai continuar!"

{quase} todos se queixam que a equipa das quinas não esteve bem, e será que nós adeptos estamos também à altura?
Se ganhamos somos os maiores, e se perdemos não temos categoria. E se aprendêssemos um pouco mais com os anfitriões Brasileiros que não desistiram e aplaudiram Portugal até ao ultimo minuto e que acreditaram mais na nossa Pátria que alguns de nós. Será que não temos de aprender um pouco mais com isso? 
Há até quem se preocupe e chame de vaidosos os jogadores Portugueses, e eu no fundo se representa-se o meu pais sentiria-me vaidosa por o representar {de certeza absoluta que sim}. Até gozam com o novo penteado do Ronaldo, e que está mais preocupado com a estética do que com o jogo, mas fique-se a saber que este penteado simboliza as cicatrizes com que Erik Ortiz Cruz ficou após a sua operação ao cérebro, e que foi paga pelo próprio Cristiano Ronaldo a esta criança que estava com uma doença grave.
Pois é são os jogadores que temos em campo, Humanos e solidários, uma chatice.

E para aqueles que acreditam na selecção deixo aqui algo muito interessante e emocionante de se ouvir, mas só para aqueles que acreditam...para os outros é pura perda de tempo!



Esta tarte traz-me belas recordações, sempre que íamos a festas da empresa do meu pai, ao circo ou a algum espectáculo, lá andava um senhor a vender as queijadas de Sintra. Há muito que andava para fazer esta receita que tem de tão saborosa como tem de simples. Vale a pena experimentar, vai uma fatia?

Ingredientes para a base:
  • 350 g de farinha
  • 150 g de manteiga
  • 50 g de água
Preparação da base:
Colocar todos os ingredientes no copo da bimby e programar 30 seg/vel 6.



Ingredientes para o recheio:
  • 500 g de queijo fresco
  • 300 g de açúcar
  • 50 g de farinha
  • 5 gemas 
  • 1 ovo grande
  • 1 c. de sopa de amêndoa moída
  • 1 c. de sopa canela em pó

Preparação do recheio:

Deitar todos os ingredientes no copo da bimby e programar 30 seg/ vel.6. Colocar o recheio sobre a massa, que anteriormente foi esticada e colocada sobre uma forma e picada com um garfo, levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 25 minutos.


Gosto muito do blog Cinco Quartos de Laranja e é uma inspiração tanto que assim que vi a receita desta tarte de chocolate não resisti enquanto não a fiz, e tenho a dizer que é uma delicia.

Ingredientes para a Base:
  • 50g de manteiga
  • 1 pacote  de bolachas Maria

Ingredientes para Recheio:
  • 180g de manteiga
  • 180g de chocolate partido em pedaços 
  • 4 ovos médios
  • 180g de açúcar amarelo
  • 1 pacote  de natas

Preparação da Base:
Colocar a bolacha e a manteiga no copo da bimby e programar uns segundos na velocidade 9, colocar o preparado na base da tarte, espalhar e calcar até ficar uma camada uniforme e lisa, colocar no frigorífico enquanto se prepara o recheio.

Preparação do Recheio:
Derreter em banho maria o chocolate e a manteiga e reservar. Colocar o açúcar, os ovos e as natas  no copo e bater 1 min/vel 4. Juntar os chocolate e a manteiga derretidos e envolver uns segundos na vel.3, colocar sobre a base e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 45 minutos.
 

Hoje é dia de todos saírem à rua, comer uma sardinha, passear pelas ruelas de Lisboa,  ouvir as marchas populares, sentir o cheiro a manjerico e dar um pezinho de dança. 
Vivi 27 anos num bairro típico de Lisboa onde estes dias eram vividos com grande intensidade, quando a marcha saia e assim que se ouvia a banda, lá íamos nós a correr até ao cimo do beco para aplaudir e ver a nossa marcha a passar, tempos que trazem alguma saudade, e é por esta razão que faço questão de ir até ao meu bairro todos os anos, já não vivo lá mas continuará a ser sempre o meu bairro.
















Sempre que viajo não tenho dúvidas que volto mais rica!


Assim que aterramos em Cancún depois de nove horas e tal de viagem, depois de uma escala em Madrid, de dormir pouco, comer mal e vir super apertada num voo operado pela pullmantur, senti aquela atmosfera e não tive duvidas que aquele pais teria muito para me mostrar... e me encantar. 
Esta aventura foi vivida a 6, eu, o meu maridinho e mais 2 casais amigos. Todos nós desejamos muito esta viagem e fizemos um bom trabalho de casa, vimos os melhores preços nos melhores locais. Escolhemos o nosso resort tendo em conta não só as condições de estadia como o tipo de praia que iríamos encontrar. Ficámos no Riu Tequila mesmo junto a Playa del Carmen. As praias são muito bonitas, sem rochas com muitas palmeiras e bastante espaço, um paraíso.
A viagem foi comprada através da Logitravel (onde normalmente compramos todas as viagens), correu tudo lindamente, à chegada a Cancún tudo super organizado, tínhamos um guia à nossa espera que nos levou ao hotel e que durante a viagem nos explicou um pouco de como as coisas funcionam, o que foi muito útil. À chegada ao hotel tínhamos uma outra equipa à nossa espera para fazer o check in e nos encaminhar para o jantar(já um pouco fora de horas mas achamos muito simpático estarem  à nossa espera). 
O Riu Tequila está ao lado de outros hotéis da mesma rede, e nós podíamos frequentar qualquer um deles, podíamos usufruir livremente dos restaurantes, piscinas, bares, discoteca, diversões com o sistema de tudo incluído.
As excursões foram o mais difícil de decidir, todas bastante interessantes e aqui tivemos uma ajuda preciosa do nosso guia que conhecemos através do portal das viagens. A empresa é a Exploratours, e antes de escolher qualquer coisa pedimos ajuda ao Miguel Castela (guia) e falámos um pouco daquilo que queríamos e das expectativas que tínhamos em relação ao México. Então depois de muita ponderação, "discussão", indecisão, lá chegamos a um consenso e fizemos Isla Mujeres, Chichen Itza, um cenote Ik Ill, Ek Balam, Valladolid, Akumal, cenote Jardim do Eden  e Tulum. Posso dizer que foi extraordinário, a pontualidade, a diversão, as pirâmides, as praias, o mar das caraíbas, o povo muito simpático e acolhedor, os autocarros confortáveis com ar condicionado, as excursões sempre faladas em português, a história deste pais.
Estivemos no México 7 noites e fizemos 4 excursões, tivemos 3 dias completamente livres para poder usufruir do resort, da bela praia, para descansar e relaxar.
Os mexicanos percebem na perfeição o português, ao contrário aqui dos nosso vizinhos espanhóis. São um povo muito simpático e a prioridade deles é agradar o turista.
Nos hotéis existem uns animais muito engraçados que estão por toda a parte, os quatis,  eles chamam de "terron" (não sei se é assim que se escreve) e são da família dos guaxinins, são tranquilos e por vezes atrevidos quando lhes cheira a comida.
A moeda é o peso mexicano mas podemos pagar em euros ou em dólares. Para sair do pais temos de pagar uma taxa de saída no valor de 55€ por pessoa que só pode ser paga em dinheiro e só aceitam Euros ou Pesos, nada de cartões multibanco/crédito só cash. 
E por fim deixo aqui um breve resumo de uma semana fabulosa:
Praias paradisíacas, mar cor azul turquesa, águas quentes, gente acolhedora e simpática, zona tranquila e segura, história, maravilha do mundo, todo um mundo aquático, aventura, muita diversão, boa companhia, contratempos muito bem ultrapassados, belas margaritas e daiquiris, boa gastronomia, belas fotos e excelentes recordações. A B. teve a belíssima ideia de fazer um diário de viagem e ainda bem ficou um belo testemunho recheado de aventuras e recordações.


Esta tarte é óptima, fresca, leve e doce uma excelente opção para se fazer quando temos um jantar e queremos fazer algo bom e rápido. Esta receita foi-me dada pela minha amiga R. numa das minhas visitas à sua casa provei esta tarte e fiquei deliciada. Uma amiga de longa data, de tão longa que não me lembro de como nos conhecemos, porque nascemos e crescemos na mesma rua, muito mais que vizinhas, somos como família. Tivemos uma infância e adolescência com muitas histórias em comum, e o melhor de tudo é que soubemos preservar a nossa amizade e continuamos a acompanhar as várias etapas das nossas vidas. Não é preciso telefonar todos os dias,  é importante sim saber que nos momentos importantes da vida, estaremos lá com um grande sorriso a brindar as coisas boas. E mesmo naqueles momentos menos felizes estaremos na mesma, não com um sorriso mas com um ombro amigo.

Ingredientes para a base:
  • 1 pacote de bolacha Maria
  • 50 g de manteiga
Ingredientes para o recheio:
  • 2 pacotes de natas
  • 1 lata de leite condensando
  • sumo de 1 limão
  • 8 folhas de gelatina

Preparação da base:
Colocar as bolachas e a manteiga no copo e programar uns segundos vel 9. Colocar a mistura numa tarteira de base amovível, e com a ajudar de uma colher espalhar e calcar até ficar com uma camada firme e uniforme. Colocar no frigorífico.

Preparação do recheio:
No copo bem limpo e seco colocar a borboleta  e os dois pacotes de natas e programar 1 min/vel 4. Entretanto colocar um pouco de leite condensado num tachinho e aquecer levemente, juntar as folhas de gelatina (já amolecidas) e dissolver. Retirar do lume (aqui o lume só serve para ajudar a dissolver as folhas de gelatina) e juntar o restante leite condensado, juntar as natas montadas e o sumo de limão mexer muito bem e colocar por cima da base, levar ao frigorífico. No fim decorar com umas raspas de chocolate/ limão o que pretender, no meu caso coloquei raspas de chocolate.

Tarte de Limão

by on 19:28
  Esta tarte é óptima, fresca, leve e doce uma excelente opção para se fazer quando temos um jantar e queremos fazer algo bom e rápido. E...



Tulum vem da língua Maia e quer dizer parede ou barreira, o que depressa se percebe devido a toda a muralha que envolve esta cidade. É a única zona arqueológica estabelecida à beira mar e que conta com uma vista deslumbrante sobre as praias desertas banhadas pelo lindo Mar das Caraíbas.
Esta visita foi a única realizada por nossa conta e risco, no dia que fomos a Akumal e ao cenote (isto durante toda a manhã), perto da hora do almoço o nosso guia deixou-nos em Tulum e aí compramos o bilhete e visitamos esta bonita cidade Maia. Quando terminamos a visita, e por recomendação do nosso guia, fomos em direcção à Playa Paraíso, e não é que era mesmo o Paraíso?
Ficamos por ali um pouco a refrescar e a descansar, pois desde a saída das ruínas até à praia são uns 20 minutos a andar bem. O regresso ao hotel foi feito de táxi. Aqui no México tudo se negoceia, até os Táxis, e lá conseguimos 2 por um preço simpático e assim chegamos são e salvos ao nosso rico hotel.

Preço da Entrada:
  • 50 pesos (entrada para ver as Ruínas)
  • 50 pesos (autorização para tirar fotos) - o que achamos ridículo e obviamente que não pagamos. 


Para esta excursão é preciso:
  • Chinelos
  • biquíni/calções de banho
  • toalhas de praia
  • máquinas fotográfica/aquáticas
  • protector solar
  • chapéu de sol












Tulum

by on 18:29
Tulum vem da língua Maia e quer dizer parede ou barreira, o que depressa se percebe devido a toda a muralha que envolve esta cidade....

Akumal deriva da língua Maia e quer dizer "lugar de tartarugas". Fica a 32 km de Playa del Carmen e é o lugar perfeito para conviver de perto com várias espécies marinhas. Esta foto retrata exactamente a nossa experiência, elas andam por toda a parte e nem sequer se importam com a nossa presença, uma experiência inesquecível.


Para esta excursão é preciso:
  • Chinelos
  • biquíni/calções de banho
  • toalhas de praia
  • máquinas fotográfica/aquáticas
  • protector solar
  • chapéu de sol


  Fonte: http://www.exploratours.info/wp-content/uploads/2013/01/swim-turtles-main.jpg




Um cenote é uma cavidade natural resultado do colapso da rocha calcária expondo as águas subterrâneas, podem ser abertos ou semi-abertos. Quando fomos a Chichén Itza visitamos um cenote semi-aberto - Ik Ill.
ESte cenote - Jardin del Eden, é aberto e como recebe os raios solares, existe muito mais vida no seu interior, como podem ver nas fotos seguintes tornando este lugar encantador.