27 de setembro de 2014

Receita dos Pastéis de Belém



 
É uma doce tentação que nos leva além fronteiras. Não há turista {com a lição estudada} que não conheça o  Pastel de Belém e que não o queira provar. Não há pastelaria que não o tenha, uns melhores outros nem por isso. Esta receita pode não ser a original, mas que fica lá muito perto fica, e na verdade acho que o segredo dos Pasteis de Belém é não ter segredo. Façam lá esta receita e digam lá se não tenho razão.

Ingredientes (24 unidades):
  • 2 massas folhadas (usei 1 massa da marca continente)
  • 250 g de leite
  • 250 g de natas
  • 175 g de açúcar
  • 50 g de farinha
  • 5 gemas
  • Casca de 1 limão
  • 1 pau de canela

Preparação:
Aquecer o forno a 200ºC. Colocar todos os ingredientes no copo, excepto a casca do limão e o pau de canela e misturar durante alguns segundos na velocidade 4. Colocar a borboleta, a casca de limão e o pão de canela e programar 18 min/temp. 90ºC/vel. 1 1/2. Entretanto ir untando as forminhas e colocando a massa folhada em cada uma delas. Quando o tempo terminar colocar o preparado em cada uma das formas e levar ao forno durante 15 minutos, quando o tempo terminou deixei ficar mais um pouco só para que todos ganhassem cor, mas sempre de olho neles para não queimar. E depois? Depois é colocar canela e açúcar em pó e deliciar-se.  

25 de setembro de 2014

O lado bom do Facebook



Tento {nem sempre com êxito} extrair coisas boas de situações que me vão acontecendo, das coisas que vou usufruindo, de tudo um pouco à minha volta, sou daquelas pessoas que vejo o copo meio cheio...
Por conseguinte o melhor que vejo do facebook é o facto de podermos acompanhar diariamente aqueles que gostamos e de darmos a eles um pouco de nós. Se pararmos para pensar, hoje em dia temos família, amigos e colegas de trabalho no estrangeiro, uns mais perto e outros tão longe que temos as horas trocadas e que se não fossem estas redes sociais a comunicação dava-se mas de uma forma mais esporádica. Reencontram-se amigos e colegas, divulgam-se associações, ajudam-se pessoas, criam-se eventos e facilita-se toda a comunicação criada para grupos. As marcas aproxima-se mais do cliente e comunica-se quase em tempo real para se solucionar problemas, dá-nos alertas de aniversários para os mais distraídos, trocam-se ideias, receitas, partilha-se musicas e talentos enfim...tantas coisas positivas, e depois vêm os resistentes a esta tecnologia esquecem-se que o problema não está no facebook mas na forma como damos uso a isso, e esse uso é reflectido na forma como cada um de nós comanda a sua vida. Mas cá no fundo acho piada a estes fundamentalistas que não têm facebook e que à mínima oportunidade cuscam e comentam através da conta de outra pessoa. Sabem o que é que isto me faz lembrar? A altura em que começaram a chegar os telemóveis, que todos recusavam ter um e nem sequer percebiam a sua necessidade e que hoje em dia não passam sem ele. Eu não passo sem o meu porque gosto das tecnologias que existem para me servir e me facilitar a vida, sempre da forma mais positiva e útil.
 

23 de setembro de 2014

Pataniscas de Bacalhau


E que tal aproveitar todo o bacalhau e fazer uma deliciosas pataniscas? 
Quando compro bacalhau mando cortar de forma a aproveitar ao máximo os lombos, as postas ficam para depois cozer e desfiar, pode-se fazer enumeras coisas mas estas pataniscas são uma perdição.

Ingredientes:
  • 800 g de água
  • um fio de azeite
  • 400 g de bacalhau demolhado
  • 10 pés de salsa
  • 1 cebola
  • 4 ovos
  • 350 g de farinha
  • sal q.b.
Preparação:
Colocar a água no copo, o fio de azeite, a varoma com o bacalhau e programar 25 min./varoma/vel 1. Retirar e reservar a água, desfiar o bacalhau 2 seg/ vel 4 inversa. Picar a cebola e a salsa 5 seg/Vel 5 e reservar. Colocar os ovos no copo, a farinha, 300 g da água reservada, o sal e programar 2 min./ vel 5. Adicionar o bacalhau, a cebola e a salsa reservadas e envolver 145 seg/vel 3. Fritar as pataniscas.

17 de setembro de 2014

Hamburgueria 21 # na rota dos hambúrgueres



Adoro hambúrgueres, principalmente se são feito com  ingredientes frescos e com qualidade. 
Quando passei à porta desta hamburgueria não fiquei indiferente e depois em conversa com uma colega  não deu para adiar a minha visita, e nesse mesmo dia fui provar uma das maravilhas dos hambúrgueres em Lisboa. Frescos, saborosos, com uma excelente apresentação, uma equipa simpática e atenta num ambiente super descontraído... sabem o que vos digo? Experimentem e vejam lá se não tenho razão.

11 de setembro de 2014

Mousse de Chocolate



Aqui está uma sobremesa que nunca nos deixa ficar mal, é rápida, os ingredientes são simples e temos sempre em casa {vá...ou quase sempre} quase toda a gente gosta e é uma verdadeira delicia. Eu confesso que nunca tinha feito, mas é de facto um clássico e desta vez fez as delicias cá de casa, para mais um jantar com as amigas que gosto tanto.
 Ingredientes:
  • 170 g açúcar
  • 6 Ovos
  • 200 g de chocolate
  • Pitada de sal
  • 150 g manteiga

Preparação:
Colocar o açúcar no copo e pulverizar 15 seg/vel 9, reservar. Colocar a borboleta, as claras e uma pitada de sal e programar 6 min/vel 3,5. Quando faltarem 2 minutos do tempo total deitar lentamente pelo bocal o açúcar reservado. Retirar a borboleta e reservar as claras. Sem lavar o copo colocar  o chocolate partido e dar  2 golpes de turbo. Adicionar a manteiga e programar 3 min/80°C/vel 1.
Juntar as gemas e misturar 15 seg/vel3. Juntar o preparado às claras reservadas e mexer muito bem. Distribuir por tacinhas {ou em outro tipo de recipiente} e colocar no frigorífico, estará pronto para comer ao final de 3 horas.

10 de setembro de 2014

Bimby 5ª Geração

Ainda agora chegou e já está a causar grandes polémicas. 
Diz-se mais silenciosa {e os vizinhos agradecem}, com ecrã táctil onde se pode ir buscar a receita e ela programa sozinha {eu sempre desejei isto}, com maior capacidade, com um copo de medida com mais segurança e com um design que já me convenceu. 
Como a minha TM 31 está aí para as curvas {e nem nunca me importei de poder vir a ter duas} fico à espera de um concurso para ver se ganho uma... sim {suas más línguas} sou uma consumista.

9 de setembro de 2014

Compota de Amoras Silvestres



Quando era criança, sempre passei grandes temporadas {férias de verão} no campo com os meus avós. Tantas coisas que aprendi com eles, tantas brincadeiras, cantorias, histórias. E no caminho para a horta, mesmo junto à estrada estavam sempre as amoras grandes  e suculentas e que nos iam distraindo e entretendo o estômago.
Estas férias fui até à Aldeia, e num final de tarde lá fomos nós apanhar amoras para fazer uma compota, um final de dia que rendeu 2 quilos de amoras e uma saudade enorme dos avós. A saudade não é negativa, muito pelo contrário, significa apenas que o tempo que estivemos juntos valeu a pena e que com eles fui muito feliz.

Ingredientes:
  • 1000 kg de amoras silvestres
  • 1000 kg Açúcar amarelo
  • 1 limão
  • 1 colher de chá de canela
Preparação:
Colocar no copo todos os ingredientes e programar 5 seg/Vel.4. Depois programar 30 minutos /100ºC/Vel 1. Eu nunca fico apenas pelos 30 minutos, vai depender da fruta e da quantidade de água que a fruta tem, eu gosto das compotas cremosas {quanto menos liquida tiver a compota vai-se conservar por mais tempo}. Programei mais 20 min/Vel 1/Temp Varoma. Colocar ainda em quente a compota dentro dos frascos esterilizados e fechar imediatamente de formar a ganhar vácuo.

4 de setembro de 2014

Brownie de maltesers





Este semana festejei mais um aniversário... e como já é hábito levei um bolinho para os colegas de trabalho, e este foi o que escolhi para me cantarem os parabéns. Obrigada a todos pela prenda, pelo postal do  Baú das mil ideias e pelas mensagens bonitas que me deixaram. E um obrigada também ao blog chama lhe um figo pela dica :)


Ingredientes:

  • 170 gr. de manteiga 
  • 150 gr. de chocolate para culinária 
  • 4 ovos grandes 
  • 170 gr. de açúcar amarelo 
  • 80 gr. de farinha
  • 1 c. (chá) de sal
  • 150 gr. de maltesers
Preparação:
Colocar no copo da bimby o chocolate partido aos pedaços e dar 3 golpes de turbo, adicionar a manteiga e programar 4 min/100ºC/Vel 3. Adicionar o açúcar e os ovos (já previamente batidos à mão) e programar 20seg. Colocar a farinha, o sal e envolver 10 seg/vel 4. Juntar as bolinhas de maltesers (guardei algumas para colocar no final) e envolver com a ajuda da espátula. Forrar uma forma rectangular com papel vegetal e colocar o preparado espalhando ao longo da forma, colocar as restantes bolinhas  por cima da massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos.