É uma história incrível de dois jovens em fase terminal e que mesmo com o tempo limitado para viver tudo o que dois jovens têm o direito de viver, passam a mensagem que é preciso ter coragem para amar e deixar amar, que vale a pena viver nem que seja apenas uma "pequena eternidade".
Ainda bem que vi este filme em casa, porque ter de sair de uma sala de cinema com os olhos inchados de tanto chorar, não deve ser muito agradável.

É um prazer ouvir Carlos do Carmo... 51 anos a cantar e a encantar. Canoas do Tejo é  uma das músicas que mais gosto de ouvir e que me traz tantas memórias  boas da minha cidade.








Há uns dias atrás fomos a casa dos nossos "companheiros de viagem" e comemos um arroz de pato super delicioso, algo que eu nunca tinha feito, e é daqueles pratos que podem ser adiantados de véspera, e no dia do jantar é só colocar no forno e conviver com a família ou amigos, uma maravilha. Este que está na foto foi o meu primeiro arroz de pato, o convívio foi muito bom, e o arroz não saiu nada mal.
 Ingredientes:
  • 20 g cebola
  • 2 dentes de alho
  • 50 g azeite
  • 200 g vinho branco
  • 2 caldos de galinha
  • 1300 g de pato partido em pedaços pequenos
  • 1 chouriço de carne
  • 100 g bacon
  • água (para cobrir o pato)
  • 400 g arroz agulha
Preparação:
Colocar no copo a cebola, o alho e o azeite e picar 5 seg/vel 5. Refogar  5 min/Varoma/vel 1. Juntar o vinho, os caldos, o pato, o chouriço e o bacon e programar 40 min/Varoma/Vel. colher inversa. Quando o tempo terminar, reservar o caldo. Cortar o chouriço às rodelas e reservar. Desfiar o pato, podemos desfia-lo na bimby de 300 em 300 g e programando alguns segundos/vel.4 inversa e ir reservando. O arroz fiz num tacho, para ir acelerando a refeição, enquanto o arroz fazia, eu ia tratando de separar a pele e ossos da carne já desfiada. Fiz o arroz com o caldo já reservado. 
Num tabuleiro de ir ao forno colocar uma camada de arroz, cobrir com o pato desfiado e cobrir com uma última camada de arroz, por cima a decorar com as rodelas de chouriço e levar ao forno a 180ºC durante 20 minutos.





Arroz de Pato

by on terça-feira, novembro 11, 2014
Há uns dias atrás fomos a casa dos nossos "companheiros de viagem" e comemos um arroz de pato super delicioso, algo que eu nu...