O Poder da tua mente #100palavraspordia 7/100


mente  
É a mente que oferece a saúde ou a doença, que oferece a infelicidade ou a felicidade, a riqueza ou a pobreza - Edmundo Spencer


Já sentiram, com certeza,  momentos da vossa vida onde tiveram muito sucesso. Aquilo que fizeram fluiu de uma forma brilhante, seja um jogo, uma apresentação seja o que for. Mas também já sentiram o oposto, onde se esforçaram para atingir o sucesso e onde se falhou, às vezes sem saber muito bem porquê pois até estávamos preparados para tal.

Então qual é a diferença entre estas duas situações? 

Onde está a diferença entre o sucesso e o fracasso?

A diferença está no nosso estado neurofisiológico do momento. 
Há estados que imprimem em nós um grande poder pessoal tais como alegria, confiança, força interior entre muitos outros levando-nos ao sucesso. Mas precisamente do lado oposto estão a insegurança, a ansiedade, o medo ou a frustração, que nos fazem fracassar não nos permitindo atingir os nossos objectivos.
O nosso comportamento é o resultado do estado em que estamos. Mas a maioria dos nossos estados acontecem sem uma ordem consciente. 

E o que é que isto quer dizer? 

É que as pessoas de sucesso conseguem alterar conscientemente o seu estado limitador para um estado cheio de recursos, aumentado o seu poder pessoal e consequentemente o seu sucesso, ao passo que as pessoas que não conseguem atingir os seus objectivos apresentam-se sem recursos ou seja num estado limitador.
Nós temos todos os recursos dentro de nós, o que precisamos de saber é o que usar e em que momentos.

Então o que é que cria um estado?

Um estado está divido em duas partes. A primeira são as nossas representações internas {as nossas crenças, as nossas experiências}, a segunda é como nos expressamos, basicamente o que imaginamos e como imaginamos, o que dizemos e como dizemos, criam consequentemente os comportamentos que temos. 
A representação interna e a fisiologia andam de mãos dadas, de tal forma que quando uma é afectada automaticamente afectará a outra. Um bom exemplo disto é quando estamos para fazer uma apresentação em publico, e começamos a ficar nervosos e ansiosos, e a nossa respiração começa a alterar-se e os nossos pensamentos começam a atropelar-se. Mas basta mudar o pensamento e a respiração acalma, o discurso sai fluido e lógico. 
Este não é um processo fácil mas é fascinante perceber que temos todo o poder dentro de nós, que o podemos utilizar assim que o desejarmos, que podemos ser aquilo que quisermos, e que já não temos de ficar à mercê do que nos aparecer pela frente. 


Sem comentários: