Queres ser feliz ou preferes ter razão? #100palavraspordia 51/100



Esta pequena história foi-me contada pela minha querida Carina. E gostei tanto. É verdade que às vezes quero demonstrar muito que estou certa, mas também sei que essa escolha muitas vezes não nos traz nada de positivo. 


"Um casal tem um jantar marcado na casa nova de uns amigos, já um pouco atrasados, e sem saberem bem o caminho, ela decide consultar o Google maps antes de sair de casa.
Ele decide conduzir o carro. 
Ela orienta e que é para virar, na próxima rua, à esquerda.
Ele tem a certeza de que é à direita. 
Discutem e percebem que além de atrasados, vão ficar de mau humor por estarem a discutir. Então ela deixa que ele decida.
Ele vira à direita e percebe rapidamente que estava errado. Embora com alguma dificuldade, admite o erro enquanto faz a inversão de marcha. 
Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados.
E no fim ele pergunta: "Se tinhas tanta certeza de que íamos pelo caminho errado, devias ter insistido um pouco mais..."
E ela responde: "Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos à beira de uma discussão, e se eu insistisse mais, teríamos estragado a  nossa noite!"


Quem é que já não passou por algo semelhante? 
O tempo que se perde com uma discussão que nos tira a paciência e que no fundo não nos leva a lado algum.
Sei de muita gente que deveria ler esta história e inspirar-se numa vida mais feliz em vez de querer levar sempre a bicicleta.
Eu confesso que sempre gostei muito de bicicletas mas que uma das melhores coisas que a idade me tem trazido é a inteligência emocional e de querer ser apenas teimosamente feliz.

Sem comentários: