Estofar ou não estofar um sofá... eis a questão



Estofar
Depois


Estofar
Depois


Estofar
Depois


Estofar
Depois


Estofar
Antes (pele já em fim de vida)


Estofar
Antes (pele ainda em bom estado)


Comprei o meu sofá em 2006, e foi paixão à primeira vista, a cor e as linhas direitas encantaram me logo. Já o preço... Mas depois de ver as ofertas do mercado e comparar a qualidade decidimos adquirir, e hoje sei que foi um ótimo negócio.
Mas comprar um sofá em pele implica cuidar dele como cuidamos da nossa, e é preciso hidrata-lo (sim e com os nossos próprios cremes), nos primeiros anos tive esse cuidado mas confesso que me fui "esquecendo" de o hidratar. Depois os apliques das calças de ganga não ajudam nada a manter a saúde da pele, pois se alguém deslizar o seu rabinho esses apliques riscam a pele e a longo prazo esses vergões dão origem a um rasgo. E foi isso que me aconteceu, A pele riscou e depois rasgou, pedi orçamentos para substituir aquele quadrado da almofada e deram-me preços muito altos (250€) e diziam que não conseguiam que a pele fosse exatamente igual.
Comecei a pensar na hipótese de estofar.
Para mim estava fora de questão deitar o sofá para o lixo, a estrutura estava ótima e era de excelente qualidade, o problema era mesmo o aspeto.
Então pedi vários orçamentos e recebi muitos valores, com e sem tecido incluído, com e sem transporte.
O orçamento mais barato foi o que escolhi, arrisquei sem medos, não conhecia ninguém que tivesse estofado um sofá e que me pudesse aconselhar, não sabia se a cor iria funcionar bem, não tinha experiência nenhuma, falei com o Sr. António ao telefone e confiei.
Fui até ao armazém do Sr. António escolher o tecido e lá encontrei muitos sofás prontos para entrega e fiquei mais descansada de ver que o trabalho era perfeito (independentemente de gostar ou não do design ou dos padrões escolhidos por outros clientes). Estava também incluído no preço a recolha do sofá e depois a respetiva entrega.
Agora falando em preços, tudo isto ficou por 550€. Muitos poderão achar que sou louca que tenho sofás novos por menos de 500€. Eu digo que estou no meu perfeito juízo e que com esta qualidade e tamanho não encontraria nenhum. Estou segura que vou ter sofá para mais 12 anos...no mínimo.
A cor escolhida para o tecido foi uma discussão pegada (no bom sentido), as amigas achavam que era louca pois o sofá iria sujar-se logo, eu achava que não tinha de ceder aos medos de sujar uma vez que já tinha um sofá de tecido branco há 2 anos sem nódoas e sem sujidades, além de que existem  formas de proteger o sofá (e que vou fazer em breve), uma delas é a impermeabilização, a outra é não deixar ninguém se sentar - Eu fico-me pela impermeabilização 😂
Em modo de conclusão, em primeiro lugar temos de perceber se a estrutura valerá o investimento, não valerá de nada gastar este valor se a estrutura estiver a querer ceder. 
Eu gostei do trabalho realizado, além de muito conveniente pois recolhem na nossa casa e depois entregam, de outra forma seria muito difícil, ficou muito bem executado. Têm uma grande oferta de tecidos, cores e texturas para se escolher, embora nem todos estejam incluídos no orçamento, no caso de não estar deve-se pagar a diferença. Fiquei 3 semanas sem o sofá, mas não me fez grande transtorno porque tenho um outro de 2 lugares. 
A minha sala ficou com muito mais luz. Eu quero muita luz na minha vida 🤗

O armazém do Sr António fica na Rua de Santa Marta nº69 (mesmo por baixo da ponte).




2 comentários:

Xana Nunes disse...

Minha querida, vim ler este post encaminhada pelo post dos erros da decoração. Porquê? Porque as fotos que puseste nesse post deixaram-me intrigada:
"Espera aí, isto é mesmo a sala dela, ou é uma imagem do pinterest?! Tenho de ir tirar isto a limpo"
E vesti a gabardine de inspector gadget, calcei as luvas e peguei na lupa e cá vim eu cuscar este post e deixa-me dizer-te:
P A R A B É N S, M U L H E R! Tens uma Sala Magnífica :D
Eu trabalho na área da construção / decoração e deixa-me dizer-te que, por mim, não havia cá sofás novos para ninguém! ESTOFAVAM-SE TODOS! Faz-me impressão as coisas irem para o lixo ou deixarem simplesmente de serem uteis! Mas confesso que pelas pechinchas (não quero de todo associar o termo pechinchas ao termo qualidade) que se encontram hoje, afasta muita gente da recuperação de decoração e mobiliário.
Mais uma vez parabéns pela sala e já estou ansiosa pelo post prometido sobre como proteger um sofá :p Um grande beijinho*

O Melhor Vem a Seguir disse...

Minha querida Xana cheia de charme, muito obrigada pelo teu elogio e ainda por cima vindo de alguém que trabalha na área. Beijinhos 😘