Chichen Itza



Ficamos em Playa del Carmen, e para ver esta maravilha do mundo moderno teríamos de andar 260 km. Era um local e uma das maravilhas do mundo que mais desejava ver, devido a toda a história da civilização Maia e a todos os fenómenos que envolvem a Pirâmide de Kukulcán. Antes de chegar ao México ainda não sabia bem quais as excursões que iria fazer, porque há muitas e todas elas bastante interessantes, mas tinha a certeza que Chichén Itza era obrigatória e que não ia falhar. Perguntei ainda a algumas pessoas se valia a pena ir até lá, perguntei a guias, nos fóruns de viagens e a alguns amigos que lá tinham ido, todos os que foram até lá disseram que era imperdível. Ora, se eu já tinha a certeza, com estas respostas não haviam dúvidas e as minhas expectativas estavam no auge.
De facto não é perto, são 2h30m de viagem, no total são 12 horas de excursão, traduzindo são 12 horas à descoberta de histórias e cidades Maias pela península de Yucatán de diversão, cultura, banhos, conversas, danças típicas, histórias, almoço com convívio, cenotes, mercados... foi o dia que estive no México que mais cedo acordei (tivemos de estar à porta do hotel as 6h30) só regressamos às 20h, mas foi o dia que mais energia tive, estava completamente fascinada.

Para esta excursão é preciso:
  • roupa e ténis confortáveis
  • biquíni/calções de banho
  • toalhas
  • máquinas fotográfica/aquáticas
  • água
  • umas coisinhas para ir comendo 
  • protector solar
  • chapéu de sol

Chichén Itza é uma cidade arqueológica Maia, localizada no estado mexicano de Yucatán que funcionou como centro político e económico da civilização Maia. O nome desta cidade tem origem na língua Maia e quer dizer "na boca do poço de Itza". Foi considerada Património Mundial da UNESCO em 1988 e eleita em Lisboa, no dia 7 de Julho de 2007, pelos organizadores da campanha New7Wonders, uma das Novas 7 Maravilhas do Mundo. 


Pirâmide de Kukulcán:
Kukulcán é um Deus Maia que significa "serpente emplumada" e esta pirâmide foi construída em sua homenagem. E é uma obra-prima da arquitectura Maia.
Este edifício conta com 4 escadarias, cada uma delas com 91 degraus, somando todos os degraus temos 364 unidades e somando lhe o patamar do topo dá 365. Cada face tem 52 lápides que representa os ciclos de 52 anos, esta pirâmide representa o calendário de Haab.  Os Maias tinham dois calendários que se cruzavam entre si e que tinham ciclos de 52 anos, ou seja de 52 em 52 anos cruzavam-se os mesmos dias, eles achavam que quem conseguisse viver esses 52 anos ficaria sábio porque tinha vivido todos os dias e fechado um ciclo. 
Cada lado da pirâmide está voltado para cada ponto cardeal. E a face norte, no equinócio da primavera forma uma serpente gigante. Conta a história que no 21 de Março (equinócio da primavera) o Deus Kukulcán descia para fecundar a terra e oferecer aos homens a possibilidade de uma nova sementeira produtiva, então o Rei convidava o povo e fazia uma festa, pedia a Kukulcán para descer dos céus, e assim que o sol começava a por-se lá descia a serpente (devido aos efeitos de luz e sombra) e assim o povo ficava fascinado e "controlado" porque acreditavam nos poderes divinos.
Outra coisa fascinante é o efeito sonoro que se ouve quando se batem palmas em frente à porta da pirâmide, o som que é trazido de volta é o cantar do Quetzal (um pássaro que vivia na região e que nos dias de hoje só existe na Guatemala), é mesmo surpreendente.
A forma como os Maias adquiriram todo este conhecimento profundo continua ainda um mistério.






Campo de Jogos dos prisioneiros:
O Jogo da Pelota era disputado por 2 equipas de 7 jogadores cada. O Capitão da equipa derrotada era submetido a um sacrifício, onde lhe cortariam a cabeça.
Este campo além de ser o maior campo tem um efeito sonoro surpreendente, quando se batem palmas o eco propaga-se por 7 vezes.


Praça das Mil Colunas:
Julga-se que estas colunas eram cobertas por um telhado, embora se desconheça de que material seria feito. Acredita-se que eram grandes salas de reunião.
Este vasto espaço tem uma planta quadrangular. É cercada por várias estruturas importantes, incluindo o Mercado, o Templo dos Guerreiros e algumas estruturas ainda a serem construídos.





2 comentários:

Isa Maria disse...

Deve ter sido emocionante.

O melhor vem a seguir disse...

Isa Maria adoramos esta experiência e recomendo a quem lá for ;)