Dia do Amigo #100palavraspordia 80/100

/ quinta-feira, julho 20, 2017


A amizade é tão importante nas nossas vidas, que lhe foi dedicado um dia.
Um dia para que possas reflectir e também para que possas fazer um brinde aos teus amigos. 
Hoje é esse dia, o dia do amigo.

É uma experiência de extrema importância nas nossas vidas, e quando é verdadeira, preenche-nos e ensina-nos, dá-nos colo e faz-nos ser muito felizes.
Para mim a verdadeira amizade é afeição, lealdade, altruísmo, respeito, honestidade, é ombro amigo, é felicidade, é festa e também lágrimas. 
Ao longo das nossas vidas fazemos amizades, na rua onde crescemos, no infantário, na escolinha, na faculdade, e mais tarde no trabalho.  
Nem sempre conseguimos estar juntas, porque nem sempre a vida de cada uma permite que assim o seja, primeiro cobra-se e depois com a maturidade respeitas o espaço e o tempo de cada uma. Mas ainda assim vais acompanhado todas as etapas, boas, menos boas mas o mais importante é que estás sempre lá, de longe ou de perto, mas sempre lá.
Claro que no meio desta caminhada também vamos apanhado algumas desilusões, fazem parte e até nos ajudam a dar mais valor ao que verdadeiramente importa.
E hoje aquilo que verdadeiramente importa é brindar às minhas amigas do meu coração. À nossa!




A amizade é tão importante nas nossas vidas, que lhe foi dedicado um dia.
Um dia para que possas reflectir e também para que possas fazer um brinde aos teus amigos. 
Hoje é esse dia, o dia do amigo.

É uma experiência de extrema importância nas nossas vidas, e quando é verdadeira, preenche-nos e ensina-nos, dá-nos colo e faz-nos ser muito felizes.
Para mim a verdadeira amizade é afeição, lealdade, altruísmo, respeito, honestidade, é ombro amigo, é felicidade, é festa e também lágrimas. 
Ao longo das nossas vidas fazemos amizades, na rua onde crescemos, no infantário, na escolinha, na faculdade, e mais tarde no trabalho.  
Nem sempre conseguimos estar juntas, porque nem sempre a vida de cada uma permite que assim o seja, primeiro cobra-se e depois com a maturidade respeitas o espaço e o tempo de cada uma. Mas ainda assim vais acompanhado todas as etapas, boas, menos boas mas o mais importante é que estás sempre lá, de longe ou de perto, mas sempre lá.
Claro que no meio desta caminhada também vamos apanhado algumas desilusões, fazem parte e até nos ajudam a dar mais valor ao que verdadeiramente importa.
E hoje aquilo que verdadeiramente importa é brindar às minhas amigas do meu coração. À nossa!


continuar a ler

Arteterapia



100palavraspordia

Nunca tive muito jeito para desenhar, mas sempre gostei muito de colorir imagens desenhadas com perfeição.
Quando soube que existiam livros para colorir para adultos, fui logo a correr comprar canetas de feltro e os bem ditos livros e por à prova a minha veia artística. Uma das coisas que me ficou das minhas aulas de educação visual, foi um dia a minha professora me dizer que gostava muito das combinações de cores que eu fazia, se não fosse eu não dominar o raio do traço, estava hoje a viver numa casa com vista para o mar e com um cavalete montado numa grande varanda, de boina na cabeça e de pincel na mão. 
Bom, devaneios à parte, quando estás a colorir estás a desenvolver a tua criatividade e a relaxar. Se ainda não experimentaste nem sabes o que andas a perder,  tudo o que te abstrai, tudo o que te relaxa e te traz calma e tranquilidade é uma forma de meditação e anti-stress. 
Por isso que venha um camião cheio destes livros até minha casa se faz favor.

equilíbrio


A agitação dos nossos dias faz-nos perder o foco e consequentemente o equilíbrio. Estamos rodeados de muita gente desequilibrada,  de muito ruído, de excesso de compromissos, de falta de compreensão, de listas de tarefas intermináveis e de vários perigos, e ao passares por tudo isto perdes facilmente o controlo dos teus impulsos.

Então como é que podes controlar o impulso de querer atirar com uma pedrinha da calçada à cabeça de alguém?

Pensa antes de fazer

Cada pensamento que tens gera um impulso interno tal como, aumento da temperatura, coração acelerado, suor, tensão muscular, corar entre outros, estes sinais informam que vai haver uma acção. Ora se sabemos que quando temos estes sintomas vai haver um comportamento automático, que normalmente é uma resposta impulsiva, então o melhor é parares, respirares, pensares e ouvires o teu corpo. Se alguém foi injusto ou está a ser desagradável contigo, não precisas de reagir logo e nem sequer de forma idêntica, se pensares em relação às injustiças o próprio tempo muitas vezes se encarrega de colocar tudo na ordem certa, e quanto à falta de educação é simples, nunca discutas com um estúpido pois ele vai-te ganhar por experiência.

Eu sei que parece muito fácil, mas quando estamos em alguma situação difícil é que tudo se complica. Eu sei que sim, porque eu própria perco as estribeiras muito mais vezes do que aquilo que queria, sei que chega a um ponto que é cansativo ser-se sempre compreensiva com os outros e quando tu precisas dessa compreensão fazem-te um manguito, sei que dá ganas de querer mandar com uma predinha da calçada mas sei também que a impulsividade é negativa e muito pouco inteligente e que consequentemente nos leva por um caminho perigoso. 

E lembra-te que a realidade pode existir onde quer que a tua mente se foque







100palavraspordia


100palavraspordia

Esta mala tem uma longa história e uma longa vida...foi feita pelo meu avô materno ainda a minha mãe não era nascida, fez algumas viagens da aldeia até Lisboa e de cá para lá, numa época onde não existia ainda as malas ultra leves samsonite. 
Hoje, já não faz viagens, dá alma à minha sala, e faz-me viajar quando olho para ela. 
Tentei preservar ao máximo a cor, as ferragens e as expressões do tempo, porque afinal é tudo isso que lhe atribui toda a beleza...e para mim um grande valor sentimental.
Mas esta reciclagem foi tudo menos fácil, foi uma verdadeira aventura, mas comigo nada poderia ser diferente, eu na verdade adoro aventuras.
Queria que ficasse perfeita e tentei fazer de tudo para a tinta sair sem estragar a madeira. Li em muitos blogs muita coisa e decidi começar com o decapante, à partida seria o mais fácil e prático. Comprei uma lata pequena {que achei caríssima} e não resultou, a tinta era antiga e muito difícil de remover. 
Fiquei fula.
Mas nada me demovia e avancei para o plano seguinte, a lixa eléctrica. Liguei à minha irmã, ela emprestou e comecei a esfregar as mãozinhas a pensar "é desta", fui comprar lixas para a máquina e voltei para casa a pular e a saltar como uma criancinha muito feliz e pôs mãos à obra.  A tinta estava a começar a sair mas ao fim de uns minutos começou a sair faiscas da cabeça da máquina, nem queria acreditar que não só tinha dado cabo da máquina como também o meu trabalho estava longe de terminar. 
Então, como sou persistente pedi ao meu pai ajuda, e então ele lembrou-se de usar uma pistola de calor black&decker {também se pode remover a tinta através do calor}. Lá colocamos a máquina a funcionar, lá ia removendo pequenos bocadinhos de tinta mas nada de especial. A mala por ser muito antiga a tinta e uma especie de massa teimavam em não querer sair. Mas o meu pai empenhou-se tanto na sua tarefa que se eu chegasse 5 minutos mais tarde, em vez de encontrar uma mala de madeira mal pintada, encontrava um monte de cinzas. 
Desistimos desta ideia.
O decapante não tinha funcionado, a lixadora eléctrica estava lixada, a pistola de calor seria risco de incêndio na certa, mas ainda havia uma outra hipótese,  de lixar manualmente.
Então apelei aos meus queridos homens lá de casa e colocamos mãos à obra, eu, o meu pai, os meus cunhados e o meu marido, fomos tentando lixar manualmente...desistimos ao fim de pouco tempo, porque percebemos que era preciso uma força maior, tipo alguma coisa mais profissional.
Mas como sempre acreditei neste projecto, não desisti, porque consegui sempre imaginar na minha cabeça como iria ficar no final, sabia que ia ficar linda e que seria também uma bela recordação dos meus avós.
Trouxe então a mala para Lisboa e pedi ajuda ao meu primo que é um perito em madeiras e afins.
Até ele que é um profissional teve alguma luta.
E sim, foi com a grande ajuda do Eduardo com a suas mil uma máquinas xpto que dei esta bricolage por terminada...
A mala ficou como sempre imaginei, só não imaginava que desse tanta luta e que não fosse eu a termina-la.
Para mim ficou perfeita e agradeço a todos os que me ajudaram a dar nova vida a esta minha nova mesa de centro...adoro.




Thrones

Comecei a ver o Game of Thrones no verão passado. Ouvia muita gente falar da série, da minha sobrinha falar do Jon Snow e de até ter ido assistir a uma conferência em que um dos convidados começa por dizer que devemos todos ser um Jon Snow. Aí, nesse preciso momento, nessa conferência, tive a certeza que ia começar então a ver a série de que todos falavam e que todos viam.
O primeiro episódio foi morninho, e quando vi quem era o Jon Snow fiquei sem perceber porque é que existia uma maluqueira atrás dessa personagem, era um garoto, e nem sequer era tão giro como o seu irmão Robb Stark.
Mas rapazes giros à parte, a série foi-me envolvendo e foi-me mostrando, que cada personagem se ia assemelhando a muitas pessoas que conheço e que estão à minha volta.
Vi as 6 temporadas em 2 ou 3 dias, parava só para ir à casa de banho e para comer, vá estou a brincar. Ou talvez não. 
Uma das personagens que mais me cativou e que mais gostei, pelo humor, pela inteligência, pelo sarcasmo, pelo bom coração e pela boa disposição foi o Tyrion Lannister. Definitivamente conhecimento é poder, e o Tyrion é inteligente e com essa sabedoria consegue influenciar muita gente.
A outra é o Jon Snow. Honra, lealdade, compaixão, liderança, bondade, verdade e o cumprimento da sua palavra, são tudo qualidades que são dignas de alguém fora de série, que nos inspiram a viver da mesma forma.
Game of Thrones podia ter sido só um livro ou podia ser só uma serie, mas é bem mais que isso, é um livro, é uma série e tem inúmeras lições de vida para aplicarmos no nosso dia a dia. 

Nata


Nata

É uma doce tentação que nos leva além fronteiras. Não há turista {com a lição estudada} que não conheça o  Pastel de Belém e que não o queira provar. Também não há pastelaria que não o tenha, uns melhores, outros nem por isso. Esta receita pode não ser a original, mas que fica lá muito perto fica, e na verdade acho que o segredo dos Pasteis de Belém é não ter segredo. Façam lá esta receita e digam lá se não tenho razão.

Ingredientes (24 unidades):
  • 2 massas folhadas (usei 1 massa da marca continente)
  • 250 g de leite
  • 250 g de natas
  • 175 g de açúcar
  • 50 g de farinha
  • 5 gemas
  • Casca de 1 limão
  • 1 pau de canela

Preparação:
Aquecer o forno a 200ºC. Colocar todos os ingredientes no copo, excepto a casca do limão e o pau de canela e misturar durante alguns segundos na velocidade 4. Colocar a borboleta, a casca de limão e o pão de canela e programar 18 min/temp. 90ºC/vel. 1 1/2. Entretanto ir untando as forminhas e colocando a massa folhada em cada uma delas. Quando o tempo terminar colocar o preparado em cada uma das formas e levar ao forno durante 15 minutos, quando o tempo terminou deixei ficar mais um pouco só para que todos ganhassem cor, mas sempre de olho neles para não queimar. E depois? Depois é colocar canela e açúcar em pó e deliciar-se.  

100palavraspordia



Quem nunca precisou de pintar a casa, remodelar a cozinha, arranjar um cano na casa de banho ou de um serviço de mudanças por exemplo. Pois bem, para te ajudar a poupar, hoje partilho contigo uma plataforma online que se chama PedirOrcamentos.

PedirOrcamentos existe para que possas poupar muito tempo e dinheiro. Como? Quando precisares de orçamentos para algum tipo de serviço entras na plataforma, preenches o formulário e ficas a aguardar que te contactem. Depois? Depois é só avaliar o melhor preço. 
Resumidamente, basta entrares no website e fazeres um pedido de orçamentos que dura em média 2 minutos, para que possas receber propostas diretamente de vários profissionais e empresas que concorrem entre si para te entregar o melhor serviço ao melhor preço. Acho que é um serviço fantástico e que ainda por cima é gratuito!
Da próxima vez experimenta e vê se não tenho razão.

Experimentem em www.pedirorcamentos.com