Estas pessoas foram filmadas enquanto passava um anúncio da Brastemp  em 11 estações de rádio ao mesmo tempo, em S.Paulo e em hora de ponta, a marca convidou todos os condutores a olharem para o carro do lado e sorrir.
De facto momentos inspiradores só podem gerar mesmo... um grande sorriso.




Ingredientes:
  • 250 g cogumelos frescos laminados
  • 1 cebola
  • 1 dente alho
  • 20 g azeite
  • 100 g bacon em tiras
  • 1 caldo de carne
  • 300 g de vinho branco
  • 500 g de água
  • 300 g de risotto
  • 1 c. sopa de manteiga
  • 50 g de queijo parmesão ralado
Preparação:
Colocar a cebola, o alho o azeite e picar 5 seg/vel5. juntar o bacon, os cogumelos e refogar 5 min. temp. varoma vel. colher inversa. Adicionar o caldo, o vinho, a água, o arroz e programar 16 min. temp. 100º vel. colher inversa. Depois a meio do tempo, parar e envolver com a espátula e continuar o tempo restante à mesma temp, e vel. Por fim adicionar a manteiga, o queijo ralado e programar 2 min. temp. 100º vel. colher.
Servir de imediato.
Este vídeo é bastante comovente e confesso que me tirou algumas lágrimas, tudo bem eu assumo que sou uma lamechas.
Somos muito exigentes conosco e acabamos por negligenciar aquilo que realmente interessa.




Eu sou uma acumuladora de tralhas, guardo revistas que têm mais de uma década e das quais não me consigo desfazer, embora saiba que talvez nunca as vá voltar a ler. Acumulo também todos os recibos de ordenado que com certeza  me vão acompanhar até à reforma e que são uma prova de como se ganha bem neste país, todas as cartas e postais que me enviaram por correio, dos amigos e da família. Outra coisa ridícula que acumulo são sacos de papel acho sempre que ainda podem ser úteis e não os consigo deitar fora. Mas o meu caso ainda não é critico, ainda consigo circular na minha casa e tenho ainda muito espaço para o que ainda vai aparecendo. Conheço casos muito graves que precisam de uma intervenção rápida pois podem correr o risco de um dia destes não conseguirem entrar em casa.


Este rolo de carne fingido é óptimo quer seja envolvido com massa folhada ou mesmo simples. A preparação é rápida, faz uma bela travessa e ainda se pode desdobrar em várias refeições.


Ingredientes
  • 500 g de carne de vaca picada
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • salsa q.b.
  • fatias de queijo para rechear
  • fatias de chourição para rechear
  • 1 massa folha
  • 1 gema para pincelar
  • sal q.b.

Preparação:
Picar a celoba e os alhos 5 seg. vel.5. Colocar numa taça a carne juntar a cebola e os alhos picados e picar a salsa na mesma velocidade apenas uns segundos e juntar ao preparado. Temperar com sal e envolver todos os ingredientes, antes de formar um rolo rechear com o queijo e chourição e e cobrir com a massa folhada. Pincelar a massa.

Desde que me lembro, que a minha mãe me obrigava a beber leite ao pequeno almoço, o que sempre detestei.

Confesso aqui, embora também já o tenha confessado à minha mãe (depois de adulta, claro), que sempre que podia e aproveitando quando ela saia da cozinha, despejava o leite no lava-loiça.

Quando fui mãe pela primeira vez (há 30 anos) e tendo estado mais de 12 horas em trabalho de parto sem comer, quando o Miguel nasceu e porque já eram 22:30, trouxeram-me um copo de leite e digo-vos, soube-me tão bem que a partir desse dia comecei a beber leite todos os dias e por gosto.

Há dias ao desfolhar uma revista, encontrei um tema que me deixou em estado de choque e resolvi pesquisar o assunto. 

São muitas as vozes, comunidade cientifica e médica, que se levantam contra a industria dos lacticínios, que durante décadas nos incutiram a ideia de que o leite faz bem à saúde, no entanto parece que está provado que o leite de vaca afinal faz mal à saúde.

Não querendo ser facciosa nem demasiado extensiva sobre o assunto, publicando todos os malefícios do leite, aconselho-vos a fazerem uma pesquisa sobre este tema e a retirarem as vossa conclusões.

Pensando bem, os humanos são os únicos mamíferos a beber leite após a fase de amamentação.


Eu adoro atum em lata, e  por gostar tanto, nunca me deu para comprar o fresco, nem pedir em nenhum restaurante, é caso para dizer não negue à partida um paladar que ainda não conhece.
E depois há dias em que nos dá para provar aquilo que negámos tantas vezes. Pesquisei a melhor maneira de o fazer, e a que mais me agradou foi a do blog cinco quartos de laranja.



Ingredientes:
  • 2 bifes de atum
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • folha de louro

Preparação:

Colocar um fio de azeite na grelha, e colocar o bife de atum, temperado com sal, pimenta e louro, deixa-lo grelhar entre 1 a 2 minutos de cada lado, ter em atenção a espessura do bife para que não fique demasiado cozinhado porque depois poderá ficar seco.





Ontem foi o dia dos namorados, e como tal não o deixo passar em branco. Respeito a forma como muitos o festejam, para mim é mais um dia feliz e fofinho para passar com o meu maridinho. Não gosto de correrias a restaurantes onde estão completamente cheios e com mesas umas em cima das outras sem ter privacidade para falar, já lá vai o tempo onde tinha paciência para isto, hoje só gasto onde quero e no que me dá mais gozo. A experiência traz-nos isto, melhores escolhas...ou não! 
Então a minha sala transformou-se num restaurante romântico aberto apenas a dois.

Menu:
Prato principal:
Naco de ganso de novilho com redução de vinho do Porto acompanhado de tomate e Batata Mccain Mediterranea, hum...esta batata é qualquer coisa !!! Foi a primeira vez que a experimentei e digo vos que é uma delicia.


Sobremesa:
Pudim abade de priscos (e porque nem tudo é perfeito, este pudim saiu um bocadinho ao lado, o sabor estava lá, a consistência é que não).


Preparação da redução de vinho do porto:
Colocar cerca de 200 ml de vinho do Porto num recepiente e levar ao fogão até o vinho reduzir para metade.







Silva é um músico Brasileiro que esteve recentemente em Portugal e tem uma música tão gira...


Demoram menos de nada a fazer, têm uma apresentação agradável e é uma boa variável às tradicionais tostas com paté, e depois têm um recheio cheinho de sabor.

Ingredientes:
  • 1 massa folhada
  • 2 latas de atum
  • 250 g de leite
  • 30 g de manteiga
  • 30 g de farinha
  • 1 gema
  • salsa q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta q. b.
  • picles


Preparação:

Massa:
Estender a massa folhada e com o auxilio de uma chavená de café  cortar a massa, colocar os círculos num tabuleiro, pincelar com a gema e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante uns 15 minutos (até a massa ficar cozida).

Para o recheio:
colocar o leite, a manteiga e a farinha, temperar com sal e pimenta e programar 4 min. vel.3,5 temp.100ºC . Juntar este preparado ao atum (bem escorrido e desfiado) e adicionar uma quantidade q.b. de picles cortados aos pedaços. Misturar tudo muito bem e deixar arrefecer. Quando as "bolachinhas" arrefecerem corta-las ao meio e rechear com o preparado.

Adoro receber a família e os amigos em minha casa, e gosto sobretudo que se deliciem com pequenos miminhos que lhes preparo. Este é de facto um belo miminho, foi a primeira vez que fiz e nem sobrou nada para contar história...

Ingredientes:
  • 16 gemas
  • 500 g de açúcar
  • 350 g de amêndoa moída 
  • 150 g de chocolate em barra
  • 50 g de farinha
  • 250 g de água
Preparação:
Colocar o chocolate na bimby e com uns golpes de turbo picar e reservar. Limpar o copo de forma a retirar os restos de chocolate e colocar a água e o açúcar e programar 5 min. temp. varoma vel. 1. Juntar a amêndoa moída e o chocolate e programar 20 seg. vel. 4. Continuar com a velocidade 4 e adicionar pelo orifício a farinha e as gemas ligeiramente batidas e em fio. Colocar o preparado numa forma forrada com papel vegetal e levar ao forno durante 30 minutos, desenformar ainda morno e polvilhar com açúcar em pó e depois deliciar-se com este manjar dos deuses.

Adoro bolos com cenoura, gosto do sabor e da textura, são bolos que fazem as delicias de qualquer um.

Ingredientes:
  • 500 g de cenouras
  • 300 g de açúcar
  • 200g de farinha
  • 100 g de óleo
  • 50 g de amêndoa moída
  • 4 ovos grandes
  • 1c. de sobremesa de fermento em pó
  • 1 casca de limão
  • 1 pitada de sal
  • Margarina para untar
  • Farinha para polvilhar
  • Açúcar em pó para decorar


Preparação:

Colocar as cenouras descascadas no cesto e colocar no copo, juntar água até cobrir as cenouras e programar 25 min. temp. varoma vel.2. Retirar o cesto e escorrer as cenouras, e coloca-las de seguida no copo (já sem a água), juntar a casca de de limão e o açúcar e programar 1 min. vel.1. Adicionar o óleo, as gemas, o fermento, a farinha e a amêndoa moída e programar 30 seg. vel.6. Reservar o preparado. Com o copo bem limpo, juntar as claras e programar 4 min. vel. 4. Envolver a massa, anteriormente preparada com as claras em castelo e colocar numa forma untada com margarina e polvilhada dom farinha. Levar ao forno durante 40 minutos a 180ºC.
" Para os braços da minha mãe"
Esta música é qualquer coisa de fantástica,  e estas duas vozes casam na perfeição. Deus queira que o Berg ganhe este concurso, pelos anos que anda a tentar, pela voz que enche um palco, pela humildade, pelo soul, pela sensibilidade e pela coragem. Esta vai ser a oportunidade da vida. E eu vou votar no Berg.

video