30 de outubro de 2015

Dia nacional da prevenção do cancro mama




É certo que todos os dias são sempre dias de prevenir, mas é hoje que se celebra o dia nacional da prevenção do cancro da mama.
E vai que marquei uma mamografia no mês passado que umas vezes por incompatibilidade minha e outras pela incompatibilidade da clínica fui sempre alterando o exame, até que calhou precisamente hoje {por pura coincidência}, a minha primeira, não porque tenha desconfiado de qualquer coisa que seja, mas por prevenção e porque já é tempo {a idade não perdoa} de fazer estes exames de rotina para que nunca seja apanhada na curva.
Já me tinham dito que era doloroso, posso dizer que é estranho e incómodo mas são apenas uns segundos que podem valer uma vida.

E vocês já fizeram a vossa?













24 de outubro de 2015

Mudança da Hora

Hoje os nossos relógios voltam a atrasar 1 hora. Quando chegar as 2 horas o ponteiro volta novamente para a 1 hora. Acabou o horário de verão o que quer dizer que há quem saia para trabalhar de noite e volte para casa de noite. Não me agrada nada este horário, nem mesmo por saber que dormo mais uma hora hoje à noite.

22 de outubro de 2015

Não faço questão - D.A.M.A. ft. Gabriel o Pensador





Gosto muito de Gabriel o Pensador, ele tem o dom de fazer letras que nos agitam e nos fazem pensar, já os D.A.M.A. não faço muita questão em os ouvir, no entanto achei este casamento perfeito. E apesar de só ter ouvido esta música pela primeira vez hoje, ficou me no ouvido pela boa energia que transmite.

...Só vivemos uma vez não vivas em vão...
(o tempo voa do berço até ao caixão)







18 de outubro de 2015

Sessões de Fotografia




E porque não marcar uma data especial com uma sessão fotográfica? 

www.sonasilva.com



Creme de abóbora




Eu adoro cremes, e está a entrar aquela fase do ano em que me apetece um jantar leve mas muito quentinho e saboroso, e esta sopa é uma verdadeira delicia. Fica doce mas eu cá sou uma gulosa e por isso não me importa nada. Atrevam-se a provar.

Ingredientes:

  • 1 cebola média
  • 2 dentes de alho
  • 30 g de azeite
  • 700 g de abóbora sem sementes e cortada aos cubos
  • 150 g de batata doce cortada aos cubos
  • sal q.b.
  • Água até cobrir os legumes
Preparação:
Colocar no copo a cebola e o alho e programar 5seg/vel 6. Juntar o azeite e refogar programando 5 min/Vel.1/Temp. varoma. Juntar a abóbora a batata, o sal e a àgua e programar 30min./Vel.1/Temp. Varoma. Não colocar o copo e substitui-lo pelo cesto para evitar os salpico. Por fim triturar durante alguns segundos na velocidade 7.





14 de outubro de 2015

Queridos mudei o Blog



Iniciei este blog com uma imagem feita por mim, era simples e muito reles {vá diga-se a verdade}. Mais tarde o meu amigo Miguel fez-me uma imagem muito gira que me acompanhou durante muito tempo e até ao dia de ontem {obrigada Miguel}.
Hoje, e depois de seguir o blog da Joana, de ver todas as renovações totais, que englobam a imagem e organização de blogues, vi que era mesmo isso que o meu blog estava a precisar e então aproveitei a promoção que a Joana tem a decorrer até ao final do mês e fiz esta transformação total.
Falámos sempre por email {as novas tecnologias são assim...descomplicadas}, a Joana prontamente a responder a todas as dúvidas e com uma abertura e rapidez enorme às alterações propostas. 
Partiu paredes, alterou as cores e mudou a mobília,  mesmo da maneira que eu queria.

Eu adoro, espero que vocês também e obrigada Joana.






12 de outubro de 2015

Capas para smartphone # anuke design

O caçador de sonhos (dream catchers)  é um objecto que todos nós já vimos embora muita gente desconheça o seu nome e a sua verdadeira história e por isso vou partilha-la hoje porque também não conhecia e gostei do seu simbolismo.
O povo indígena Ojibwe, que vivia na região dos Grandes Lagos americanos, tinha uma tarefa fundamental na sua passagem pela terra, a de aprender a decifrar as mensagens trazidas pelos sonhos.
Acreditavam que quando a noite chegava, o espaço enchia-se de sonhos bons e maus e que muitos podiam trazer mensagens do Grande Espírito e outros eram sonhos tão maus que nem sequer pertenciam à terra. Então eles acreditavam que este objecto era uma teia que separava os sonhos que não nos pertenciam e que não eram mais do que más energias, dos bons sonhos que traziam boas mensagens, este objecto para eles não passava de um filtro.